Os cinquentinhas

Com a banca nacional a atravessar uma grave crise de liquidez e com a necessidade de investimento como de pão para a boca, a Lei que permite ao fisco vasculhar contas acima de cinquenta mil euros vem mesmo na altura perfeita. 

Isto para não falar no poder que a AT já tem e na forma arrogante, e sem controlo, com que o exerce.  

Marcelo esteve bem no veto.  Esta é uma lei estúpida e inoportuna.  

Featured Image -- 2251

Durão Barroso e os crimes de guerra

Abril de Novo Magazine

Durão foi mais imprudente que Blair.

Há uma tolerância generalizada sobre a ação política de Durão Barroso. Trata-se Barroso como uma figura menor, desprezível, ainda que tenha desempenhado durante anos altas funções no Estado português e na política europeia. No imaginário coletivo será sempre o subserviente mordomo da cimeira que Portugal organizou para declarar a guerra do Iraque. Essa imagem não foi apagada quando saltou para mais altos voos à frente da Comissão Europeia mantendo esse registo de subserviência aos mais poderosos, mesmo nos momentos em que se atacava o país de que provém e que nunca hesitou em trair – veja-se o seu recente apoio à aplicação de sanções.

A formalização da sua relação com a Goldman Sachs é uma espécie de título honorífico por serviços prestados, não sendo de crer que venha a botar conselhos válidos sobre o Brexit, que vai muito além da rede de contactos que…

View original post mais 190 palavras

Peritos na arte da manipulação da informação

Europa Europa, quem te viu e quem te vê…

VAI E VEM

OLIVIER HOSLET / EPA OLIVIER HOSLET / EPA

A indecorosa manipulação levada a cabo pelas autoridades europeias em torno das sanções a Portugal e a Espanha conta com a colaboração interessada dos media internacionais que arrastam consigo os media portugueses, os quais, ávidos de notícias, não hesitam em servir de correias de transmissão de qualquer suspiro vindo de Bruxelas.

A agência Reuters divulgou há dois dias que a Comissão Europeia ia dar até dia 27 para Portugal e Espanha apresentarem medidas de correcção das contas públicas. Os media portugueses não hesitaram em difundir a “notícia” sem se darem ao cuidado de questionar tão absurda decisão. Foi preciso vir o PS, pela voz do deputado João Galamba explicar que as três semanas se referiam ao processo sancionatório e não a qualquer ultimato a Portugal e Espanha.

É inaceitável que uma das mais antigas e conceituadas agências de informação cometa erros tão grosseiros e é igualmente inaceitável…

View original post mais 163 palavras

Featured Image -- 2213

Aos filhos da puta – Fátima Pinto Ferreira

Também bebo a isso

Abril de Novo Magazine

Aos filhos da puta

A todos os que se vendem e abandalham
a todos os que crêem que são os únicos
os melhores e a elite entre os demais e
se pavoneiam na sua imbecilidade estonteante
intelectuais de pacotilha e militantes da mediocridade
a todos que se aplaudem em salamaleques de familiaridades
e consanguinidades de palavras para aplauso umbilical
aos curtos de vista viscerais defensores da pequenez
provinciana travestida de francesismos e transatlânticas
vitualhas literárias a peso ou a metro milimetricamente
deglutidas entre croquetes e champanhes de imitação
pechisbeques de cabeças vazias embevecidas na vã cegueira
dos que se acreditam os únicos olhos como se em terra de cegos vivessem

ergo a minha taça
e desejo que a terra lhes seja pesada aos ossos
fragilizados de tanto curvar a cerviz
em cansaços vividos na inverdade da sua académica peralvilhice

bebo aos filhos de puta
aos inúteis
aos sem afectos
aos…

View original post mais 50 palavras

O futebol e a CGD

Dois temas que têm inundado a comunicação social: O futebol e a CGD.

Mas há quem se queixe de que é futebol a mais,  de que a CS só fala da selecção e do Ronaldo.  Já do falatório sobre a CGD não há grandes reclamações,afinal o assunto é sério e importante e o futebol, bom, o futebol é futebol.

Não podemos ter alegrias nem divertimento, não devemos, parece mal e da um ar de irresponsabilidade. E isso é coisa do povo ignorante e irresponsável do tempo da outra senhora.

Portanto deixem-se lá de merdas e dêem só atenção às misérias deste país se dá favor.

Mas sem ninguém ver, não se esqueçam que parece mal, fiquem felizes porque Portugal ganhou!