Tantos, afinal, com saudades da austeridade!

Sao muitos os que se estão literalmente a lixar para o pais, quanto mais depressa isto correr mal melhor, para eles e as suas carreiras políticas!
Infelizmente tanto a direita como a esquerda.

VAI E VEM

Foto Luís Barra Foto Luís Barra


A meio da tarde começou a ler-se e a ouvir-se que Bruxelas não aceita o orçamento do Estado. Depois, já não era bem assim e Bruxelas tinha dúvidas, depois Bruxelas mandou uma carta ao ministro das Finanças, depois a carta exigia esclarecimentos sobre o défice estrutural.

Para alguns, Bruxelas já tinha chumbado o orçamento. Não faltaram as previsões tenebrosas, as acusações ao laxismo e à pressa do governo em avançar com o alívio da austeridade, o erro da reposição dos salários e pensões e das 35 horas.

O catastrofismo era partilhado por jornalistas e deputados da oposição que logo acorreram a falar de falta de “realismo” (que era uma coisa que o governo anterior cultivava muito, como se viu pela promessa de 35% de reposição da sobretaxa que passou para zero). Tantos, afinal, com saudades da austeridade que, essa sim, garantia o nosso futuro e as…

View original post mais 196 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s