Morre-se em Portugal por falta de uma VMER

vme

A morte do actor Jose Boavida levantou varias criticas pela falta de uma VMER no hospital Amadora-Sintra, ja que estes concelhos em caso de necessidade eram assistidos pela viatura do hospital Sao Francisco de Xavier.

O mediatismo daquela morte acelerou a resolução deste problema e hoje ja existe uma VMER estacionada no Amadora-Sintra.

Mas a falta destas viaturas faz-se notar em mais localidades, por exemplo no hospital do Barreiro ainda nao existe este tipo de viaturas que de apoio aquele concelho bem como aos concelhos limítrofes.

Sendo algo que pode fazer a diferença entre um portugues morrer ou nao, a pergunta impõe-se: Porque?

Um despacho de 2012 dava um prazo de tres anos para que os 42 hospitais do pais estivessem equipados com uma VMER.

Tres anos????

Mas o despacho de 2012 foi revogado em 2014 que assim terminou com aquele prazo…

Chegado aqui fica difícil de comentar.

A boa noticia é que parece que agora, finalmente, ate ao fim de Abril todos os hospitais que tenham urgencias cirúrgicas irao ter uma VMER.

Cortar na saúde é matar pessoas! É nao saber cuidar do seu povo!

A Joana Amaral Dias tinha toda a razao aqui.

Que quem morreu por falta de assistência medica em Portugal lhes possa perdoar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s